Massa de Pizza

Massa de Pizza

Se procura Massa de Pizza, temos a receita ideal para si.
Veja como cozinhar Massa de Pizza de forma simples e apetitosa!

Confira a nossa receita e deixe-nos a sua opinião.

Serve: 5 Pessoas

Ingredientes:

Para a Massa:

  • 500 g de Farinha;
  • 0,25 g de Fermento de barra fresco;
  • 1/2 colher de chá de Açúcar;
  • 1 colher de sopa de Óleo;
  • 1/2 colher de sopa de Sal de mesa.

Farinha:

  • 400 g de Farinha tipo 55;
  • 100 g de Farinha tipo 65.

Liquido:

  • 150 ml de Leite;
  • 100 ml de Cerveja.

Preparação:

  • Colocar os dois tipos de farinha numa taça de inox.
  • Dissolver muito bem o fermento de padeiro em leite morno e adicionar o sal fino.
  • Por fim acrescentar os restantes ingredientes, pois não tem ordem certa.

Um pouco de História:

A história da pizza começou com os Egípcios. Acredita-se que eles foram os primeiros a misturar farinha com água. Outros afirmam que os pioneiros são os Gregos, que faziam massas a base de farinha de trigo, arroz ou grão-de-bico e as assavam em tijolos quentes. A novidade foi parar na Etrúria, na Itália.

Ao contrário do conhecimento popular, apesar de tipicamente italiana, os babilónios, hebreus e egípcios já misturavam o trigo e amido e a água para assar em fornos rústicos há mais de 5000 anos. A massa era chamada de “pão de abraão”, muito parecida com os pães árabes actuais, e recebia o nome de piscea.

Os Fenícios, três séculos antes de Cristo, costumavam acrescentar coberturas de carne e cebola ao pão; os Turcos Muçulmanos adoptavam esse costume durante a Idade Média e por causa das Cruzadas essa prática chegou a Itália pelo porto de Nápoles, sendo em seguida incrementada dando origem à pizza que conhecemos hoje.

No início de sua existência, somente as ervas regionais e o azeite de oliva eram os ingredientes típicos da pizza, comuns no cotidiano da região. Os italianos foram os que acrescentaram o tomate, descoberto na América e levado à Europa pelos conquistadores Espanhóis. Porém, nessa época a pizza ainda não tinha a sua forma característica, redonda, como a conhecemos hoje, mas sim dobrada ao meio, com feitio de um sanduíche ou um calzone.

A pizza era um alimento de pessoas humildes do sul de Itália, quando, próximo do início do primeiro milênio, surge o termo “picea”, na cidade de Nápoles, considerada o berço da pizza. “Picea”, indicava um disco de massa assada com ingredientes por cima. Servida com ingredientes baratos, por ambulantes, a receita objectivava “matar a fome” principalmente da parte mais pobre da população. Normalmente a massa de pão recebia como sua cobertura, toucinho, peixes fritos e queijo.

A fama da receita correu o mundo e fez surgir a primeira pizzaria que se tem notícia, a Port’Alba, ponto de encontro de artistas famosos da época.

Chegou ao Brasil da mesma forma, por meio dos imigrantes italianos, e hoje pode ser encontrada facilmente na maioria das cidades brasileiras. Até os anos 1950, era muito mais comum ser encontrada em meio à Colónia Italiana, tornando-se logo em seguida parte da cultura deste país. A partir de 1985, comemora-se o dia da pizza a 10 de Julho.

Aos poucos, a pizza foi-se disseminando pela cidade de São Paulo, sendo abertas novas cantinas. As pizzas foram ganhando coberturas cada vez mais diversificadas e até mesmo criativas. No princípio, seguindo a tradição italiana, as de muçarela e anchovas eram as mais presentes, mas à medida que hortaliças e embutidos tornavam-se mais acessíveis no país, a criatividade dos brasileiros fez surgir as mais diversas pizzas.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

3 Comentários até agora. Sinta-se à vontade para adicionar o seu comentário

  1. Itacy Souza Orlando11/02/2013 at 00:11 - Reply

    ormi

  2. Itacy Souza Orlando11/02/2013 at 00:12 - Reply

    estou cansada

  3. ROSEMARY15/10/2013 at 15:44 - Reply

    já tentei varias vezes pedir o livro de receita mas não comsigo porque o campo do cep falto espaço para colocar o numero inteiro obrigada rose

Deixe um Comentário